SIGA-NOS:

  • w-facebook
  • Twitter Clean

Este Núcleo procura traduzir a abertura da APS às Artes Plásticas, numa tentativa de sensibilizar todos os professores para o exercício e/ou aperfeiçoamento de técnicas diversas, acompanhadas por docentes com experiência pedagógica/didática e os conhecimentos adequados às áreas propostas ou ainda, em ações de divulgação de algumas técnicas novas. Saiba mais em laboratoriodasartes.com

 Utilização de lápis cerâmico

 

Este processo decorativo consiste na construção de um lápis, com a aparência do giz ou do pastel seco, aplicado directamente sobre uma superfície chacotada. Existem diferentes marcas, mas todas importadas, que vão desde a aparência do clássico lápis, revestido a madeira, aos pequenos rolinhos fabricados em fieira, sem cores intensas.

Se os fabricarmos, são acentuadamente económicos e fáceis de construir.

Os trabalhos serão posteriormente vidrados e cozidos, ganhando brilho e cor.

Decalcomanias cerâmicas

 

Consiste na aplicação de papel serigrafado, com pigmentos inorgânicos, (óxidos) sobre superfícies vidradas.

 

Este material é comercializado em lojas de produtos cerâmicos, em folhas de formato A2, com referência de cor.

Os trabalhos serão sujeitos a uma cozedura ficando incorporadas as intervenções artísticas realizadas.

Iniciação à gravura

 

A partir de um estudo preparatório, é transposta a imagem obtida para uma matriz artesanal, podendo reproduzir-se de inúmeras formas iguais através da sua impressão.

 

Podem-se utilizar múltiplos materiais para sulcagem, tintagem e reprodução.

 

O material da matriz pode variar e, assim, alterar a  classificação do tipo de gravura

 

A reprodução sobre papéis variados com diferentes gramagens, também é possível.